É incrível como temos no Estado um órgão completamente lerdo, ao menos ao que se refere a recuperação de estradas estaduais. Um bom exemplo dessa lerdeza, pode ser certificado na rodovia estadual (RO-473), que até novembro do ano passado, praticamente, estava tomada pelos buracos em toda a sua extensão, que soma 55 quilômetros entre a BR-364, ‘cortando’ os municípios de Teixeirópolis e Urupá até Alvorada D’Oeste. Após muitas críticas e até protestos de residentes das duas primeiras cidades, o Departamento de Estradas e Rodagens (DER), conseguiu recuperar 23 quilômetros (BR-364 à Teixeirópolis.

Acontece que com esse trecho citado, concluído há quase dois meses, simplesmente, as máquinas do DER sumiram, sem qualquer satisfação. Os 12 quilômetros restantes, continua na buraqueira, causando danos para todos os seus usuários, principalmente, para as ambulâncias que transportam pacientes e empresas de gêneros alimentícios que abastece o comércio da região. É muita lerdeza para um só órgão!  

SOCORRO

E a Companhia de Águas e Esgoto de Rondônia (Caerd), continua sendo notícias, infelizmente, mais negativa nas redes sociais e imprensa de Ji-Paraná. As reclamações aumentaram de forma preocupante nas duas últimas semanas. Interrupção de abastecimento, bomba de captação queimada, água chegando nas torneiras barrenta e vazamento em vários pontos da cidade. Pelo que se nota, o problema é gerado pela falta de gerência, claro a nível de Estado. É muita vergonha!

PRORROGADAS

A unidade do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO/Ji-Paraná), encerrou no domingo (6), o período de inscrições para os cursos de formação inicial do programa ‘Novos Caminhos’. As mais de 1,3 mil estão com Agente de Inclusão Digital em Centros Públicos, Assistente de Logística, Motorista de Transporte de Passageiros, Motorista de Transporte de Produtos Perigosos, Motorista de Transporte Escolar e Operador de Computador.

PERIGO

Alguém do Departamento Nacional de Infraestrutura (DNIT), precisa tomar alguma atitude para a carência no reforço da sinalização na BR-364, estrada de Ji-Paraná, próximo da entrada do bairro São Bernardo e o acesso da escola Jovem Vilela. Nesse ponto, deveria ser instalada, de forma imediata, uma passarela elevada.  O risco de acidente, por atropelamento, é constante. Nesse ponto, pessoas já perderam suas vidas.

RÁPIDA AÇÃO

O destacamento do Corpo de Bombeiros de Ouro Preto, após algumas horas, conseguiu controla e evitar o fogo em uma área de vegetação alcançasse transformadores de energia da subestação da Energisa, (Ceron) na noite de sexta-feira (4). A área atingida fica as margens da avenida Tancredo Neves, bairro Jardim Aeroporto II. A suspeita é que o incêndio tenha sido iniciado de forma criminosa.

CAMPANHA

Ainda em Ouro Preto, um pit-stop com distribuição de panfletos divulgando a campanha educativa contra queimadas, também aconteceu no final de semana. A ação aconteceu com o tema: “Queimadas - Afaste Essa Ideia”, foi realizada na avenida Daniel Comboni, centro, com a participação do Ministério Público, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Polícia Ambiental e Departamento de Meio Ambiente.

Autor:

Jornal,

Diário da Amazônia