“Defesa Civil afirma que o município ainda não entrou em estado de alerta”

A região central do Estado registrou mais de oito horas de chuva entre a madrugada de quarta-feira (12) e a manhã de ontem (13), deixando o Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil, principalmente em Ji-Paraná em alerta. Na capital da BR pontos considerados baixos foram os mais atingidos, mesmo assim, nem um registro de chamado foi comunicado nesse período. A expectativa de chuva, continua para o período de final de semana.

A chuva, com duração de horas, começou ainda teve início no final da noite de quarta-feira, parou, e retornou no decorrer da madrugada de quinta-feira, permanecendo até às 10 horas. Parte dos bairros como Dom Bosco, Casa Preta, Duque de Caixas, Urupá, centro, São Francisco e Primavera, foram os mais afetados. O Canal Dois de Abril que canaliza toda a enxurrada das regiões alta do primeiro distrito, não chegou a transbordar, mais assustou famílias que residem nas proximidades.

Em contato com o Corpo de Bombeiros, o comandante José Aparecido ‘Dos Santos’ capitão BM, informou que nenhuma chamada foi feita durante a madrugada, e muito menos, no período da manhã. Segundo ele, apesar do nível do rio Machado ter subido nos últimos dias, ele ainda não representa período as famílias ribeirinhas. Meire Zanetim, Coordenadora da Defesa Civil informou que nesta segunda-feira, próximo das 13h30, o nível do Machado registrou 9,88. “A situação começa mesmo preocupar quando esse nível passa dos 10h40. Por enquanto, a situação é de normalidade”, acrescentou.

Autor:

Jornal,

Diário da Amazônia